Capítulo 5

3JUNHO/21:34

Não acredito que voltamos a Ocaso. O lugar está em ruínas. É triste vê-lo assim. Mas eu preciso sair de Europa. Estão dizendo que a Dra. Bray vai explodir tudo aqui.

"Nave de evacuação à vista, às 11 horas." Obrigado pelo aviso, Exo anônimo.

"Todo mundo. Calma!", diz a Dra. Bray, apontando para os Vex ao redor da nave.

"Vamos ter que tomar cuidado", explica ela. "Todo mundo…"

"Elisabeth", entoa uma voz familiar. Essa não. É a IA. Ele sabotou todos os nossos comunicadores. Podemos todos ouvi-lo. "Não bote os pés naquela nave."

"Vai se ferrar, vô", retruca ela.

"E você, meu novo amigo? O que você vai fazer?", indaga a IA, dirigindo-se ao Exo anônimo. O que ele está planejando?

A Dra. Bray olha para o anônimo. Ela balança a cabeça, indicando que ele não fale nada. Mas ele parece zangado. Parece zangado com ela desde que chegamos.

"Diga-me quem eu sou, e eu fico para trás", responde o Exo. Sério? Intriga familiar?

A Dra. Bray está furiosa. "Não temos tempo pra isso!"

"Meu amigo, estou surpreso de você não ter entendido até agora", responde a IA.

"Eu sou Clovis Bray. Assim como você", conclui o Exo.

"Isso mesmo. Clovis-1", declara a IA, parecendo quase risonha.

"Mas eu não me lembro nada da minha vida."

"Como o planejado. Você foi reduzido à sua forma emocional mais básica, como todos os Exos. Mas me ajude a evitar que seus amigos saiam, e eu contarei tudo da sua vida."

Uma hesitação. A Dra. Bray sacode a cabeça para Clovis-1. "Por favor", começa ela, "não precisamos de outro Clovis." Eu já a vi ser sincera antes, mas isso chega a outro nível. É quase como uma… súplica.

Clovis-1 e a Dra. Bray se entreolham.

"Vai se ferrar, velhote", responde Clovis-1 para o comunicador. A Dra. Bray chega a vibrar. Todos nós vibramos juntos. Ufa.

"Então você ainda se recusa a reconhecer o seu deus. Que seja", responde a IA.

O que diabos isso quer di

*EXPLOSÃO IMENSA*

FORA DO AR